Notícias

08 de fevereiro de 2018

Quem matou Hilário?

Por: Junia Ferreira

Em meio à flagrante decadência da segurança pública demonstrada cotidianamente nos noticiários brasileiros, deparamo-nos com mais uma morte. Com mais um atentado à vida de um trabalhador. Com tiros disparados à queima-roupa sobre Hilário, o Agente de Trânsito ....

 

Hilário Colino Bermejo Neto – seu nome completo.

Hilário tinha apenas 53 anos.

Hilário tinha família. Era casado e pai de dois filhos.

Hilário morava em Belém do Pará.

Hilário era funcionário da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob).

 

Hilário foi trabalhar em 6 de fevereiro.

Hilário, sem proteção, estava em seu posto.

Hilário, sem proteção a cinco tiros foi exposto.

Hilário, alvejado no chão, indefeso em sua profissão.

Hilário, socorrido pelo povo que presenciou o ocorrido.

Hilário, no Hospital, não resistiu e morreu...

 

Quem foi que matou Hilário? Apenas quem atirou?

Vamos repetir seu nome, assim como nesse poema.

Que ecoe em todos os cantos nossa insegurança plena.

 

Os bandidos armados estão

Lágrimas nos olhos da esposa, dos filhos, dos parentes e amigos de Hilário

Misturam-se ao sangue derramado

E não podem ser em vão.

 

Apesar de inseridos estarmos

No artigo da segurança pública

Da nossa cidadã Constituição

Nossa insegurança é total.

No Congresso Nacional

Ignoram a voz da razão

Nos negam o direito de defesa

Permitem que isso aconteça

Nos tornam Hilários na berlinda

Nada fazem que nos favoreça.

 

Na situação que Hilário se encontrava

Todos os Agentes de trânsito estão.

Expostos...

Alvos fáceis de infratores contumazes

Que com atos covardes

Reagem quando cumprimos nossa missão

De fazer valer a lei

De trânsito nessa nação.

 

Hilário foi sepultado

Para ele não há amanhã

Para a família restou a dor

A revolta conosco aqui ficou

Sentimento de indignação

E no ar ainda paira a pergunta:

Quem mais esse gatilho apertou?

 

A AGT Brasil

Em meio a mais essa comoção

Alerta que não desistirá

Continuará lutando

Para essa situação mudar

Agente de trânsito é ser humano

Agente de trânsito é trabalhador

Agente de Trânsito salva vidas

Agente de trânsito é profissão de amor.

Agente de trânsito merece a chance de se defender.

 

Agentes de trânsito pela paz estão a lutar

Mas essa guerra tem sido desumana

Precisamos de dispositivos para enfrentar.

Precisamos de apoio da população

Precisamos da efetivação de direitos

E mais do que isso, de respeito

Daqueles que dos seus gabinetes

Não compreendem a realidade, perigos e desafios

Dessa nobre profissão.

Comentários